TOCA DOS LONTRAS

Âncora móvel para caiaque

Por: Adriano Prilip

Um breve passo-a-passo para a instalação do sistema

Materiais utilizados:

Imagem

Um pedaço de cabo de 6 à 8mm ( o comprimento dependerá do seu modelo de caiaque)
Dois mosquetões (na foto são mostradas duas opções)
Um anel de aço inox ( utilizei um de 45mm)
Um par de roldanas (preferi as de inox com rolete de fibra)
Um estilete (pode ser qualquer “coisa” que corte o cabo)
Um isqueiro (não está na foto) para acabamento nos nós do cabo.

 

 

 


Procedimento:

Inicie atando uma ponta do cabo à argola com o nó de sua preferência ou observe as fotos abaixo:

ImagemImagem

Imagem Imagem

Em seguida passe a outra extremidade do cabo por uma das roldanas:

Imagem

Conecte em um dos mosquetões:
Imagem

Prenda o mosquetão no passador mais próximo da proa do bordo mais conveniente (no meu caso conectei no passador da direita – para os mais afinados com a terminologia náutica “ante-a-vante-da bochecha de boreste").

Imagem




Com a proa terminada vamos para a popa do caiaque:

Prenda o outro mosquetão no passador mais próximo da popa do bordo mais conveniente desde que seja o mesmo bordo escolhido anteriormente (no caso, conectei no passador da direita – novamente para os mais afinados com a terminologia náutica “ante-a-ré da alheta de boreste").

Imagem

Prenda a roldana e passe o cabo
Imagem

Em seguida prenda a ponta do cabo no anel de inox regulando o comprimento.
Imagem

Corte o excedente do cabo.
Imagem

Queime a ponta do cabo para evitar que o mesmo desfie.
Imagem

No meu caso, tenho um Barracuda, e aproveitei o botão da trava do remo como guia dos cabos, evitando que assim ficassem atrapalhando a praça do caiaque. Em outros modelos poderá ser instalado um passador como guia de um dos ramos do cabo, o que está sem a argola de inox.
Imagem

Uma dica de nó para prender a "amarra" (o cabo da âncora) na argola de inox.
É um nó de fácil execução e, numa situação de emergência, pode ser rapidamente desfeito.

Vamos ao nó:
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem

Como ficou montada a "trapizonga":


No meu caso, a amarra (o cabo) já está armazenado em um pedaço de EVA (que servirá como boia de arinque) que pode ser abandonado podendo ser recuperado posteriormente.
Imagem


Deu um nó com o nó??
Então lá vai um filminho com o nó para o cabo da âncora:


Esse é o sistema que utilizo e funciona muito bem.

Utilizo uma âncora tipo "folding" de 700g . Lembrando que não é tão somente o peso da âncora o responsável pela permanência no fundeadouro. O comprimento de amarra lançado é de extrema importância. Para águas calmas ou local abrigado normalmente o triplo da profundidade local é o suficiente, para demais condições, é conveniente largar de cinco a oito vezes a profundidade. Para se ter uma ideia, como regra geral, para navios de grande porte, aconselha-se um quilo de peso para a âncora para cada TONELADA de deslocamento... Aconselha-se, na literatura sobre o assunto, para uma embarcação de 3 TON de deslocamento um "ferro" de 15kg ...Quanto pesa seu caiaque?


Dicas para maior segurança :

Procure sempre ancorar aproado com a corrente do local ou o vento predominante (o que for mais forte).
Procure evitar o fundo de pedra, evitando perder a amarra ou a âncora.
Prefira os fundos de areia, lama, cascalho ou uma combinação deles, são os melhores (Têm boa "tença").
Procure evitar fundos com grande declividade. O caiaque "garrará", ou seja o ferro não agarrará no fundo, podendo derivar.
Use esse sistema por sua conta e risco.

Veja Mais

Âncora móvel para caiaque

Por: Adriano Prilip